Pesquisar neste blog

No mundo

agosto 29, 2010

Um brinde ao espelho!


Espelhos, rosto
Há algo de podre em você
em nós
Nosso ego está feroz, algoz
Anseia por afagos vis
elogios sutis

Teu rosto: Olhe-se!
No espelho é só o concreto
E para ver o implícito
vista-se de luto
muletas e amuletos,seus amigos do peito

Teu retrato: Pior que o de Dorian Grey
pelo menos ele vendeu sua alma ao diabo
E tu, que és morno; nem frio nem quente
Deus vai te vomitar!...

Então um brinde ao espelho
Que só vê a criatura creditada
de falsas belezas e verdades
Credenciada e cravejada
de encontros consonantais:

Crível, crápula, cretina,concretada,criteriosa, medíocre , procrastinadora e por fim, vítima de sua própria iconolatria

2 comentários:

  1. É quando entorna um caldo. rsrs Um belo dia! Paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. kkkkkk, o teu não entornou não né, Cacá? rsrs aH! bOM!

    ResponderExcluir