Pesquisar neste blog

No mundo

agosto 30, 2010

Tristeza por mil anos




De onde tu vens?
De longe,
de perto,
ou de dentro de mim?

O que sabes de mim?
Apenas que me invade
me abate
desanima...

Vais continuar?
Fica sim, toma um café comigo
vamos chorar juntas
lágrimas de você mesma...
Você sempre faz isso...

Quem é você afinal?
minha própria agonia
de não mais me alegrar
com quem me fazia
tão feliz...
e agora não está mais
jaz...

Ah!! Tá cedo!
Fica mais um pouco
ainda não terminamos
o lamento
o pranto
desencanto

Prometo que te levo daqui!
Te levo em casa
é aqui pertinho
dentro de mim
em meu coração

E prometa-me também
quando chegar o dia
em que tiveres mesmo que ir
me dizer o quanto...
e antes que o diga
já te adianto
que vamos,
se é de tempo que falo,
ficar por mil anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário