Pesquisar neste blog

No mundo

dezembro 30, 2010

Minhas Homenangens

PÁLIDA INOCÊNCIA


-Não ande descalça,
-Não pise na grama,
-Deixe isso onde está!

Você apenas me olhava
acenava e dava risada
depois corria pra longe
dançando com as flores

Então eu ficava te olhando
e me apanhava sorrindo
parecia que tudo havia existido
só para ver aquele momento

Mas eu não queria chegar perto
não tinha medo
era tímido, só isso

Em você eu encontrei
todos os abraços que eu precisei
conheci os teus beijos mais violentos
suas carícias mais secretas
(tua pálida inocência)

Jamais poderia imaginar
que no fundo você era aquela criança
correndo sobre a grama
dançando na garoa...

***Presente de aniversário do meu colega Cisnegro-LINDO!!! Amei seu poema! E que bom que passo esse misto de inocência e feminilidade, pelo que escrevo e por um pouquinho do que você me conhece. BJOS e FELIZ ANO NOVO!!!

****************************************************************************

DO MEU AMIGO...

O Céu e a Terra comemoram o teu aniversário.
Porque tu és especial!
És uma estrela,
Uma flor,
Um poema concretizado,
Uma pintura em três dimensões que saltou da tela.
Tu és o que há de melhor,
Em forma de mulher.
Uma mulher com jeito de menina,
Que ama, que sonha, que xinga, que briga...
Uma mulher completa, complexa, simplesmente mulher,
Que beija, que morde, que prende, que sabe o que quer.
Uma mulher romântica, sonhadora, frágil e forte,
Que enfeitiça, que atrai, que pede, que manda,
Uma mulher previsivelmente imprevisível,
Que sente, que ri, que chora, que encanta!

Jeronimo Madureira
29/12/2010.

*Dedicada a minha querida amiga, a poetisa Elayne Aguiar, que aniversariou nesta terça-feira (28 de dezembro), por quem eu tenho grande admiração, carinho e respeito.
Jeronimo Madureira
Publicado no Recanto das Letras em 29/12/2010
Código do texto: T2697285

********************************************************************************


FELIZ ANIVERSÁRIO!


Que neste sublime e especial dia

Tua alma se alimente de amor,

Rufle as asas, voe ao esplendor,

Que teu olhar, seja o encanto da magia...



Que teu sorriso, resplandeça harmonia

Pois hoje é teu aniversário!!!

E, há em teu lindo itinerário

Só o caminho do amor, e da alegria...



Abrace com ternura e amor

Cada coração verdadeiro,

Pois não há momento derradeiro

A se encantar com tão bela flor!



Feliz aniversário Elayne Aguiar,

Pois tu nasceste, para brilhar!



( Nivaldo Ferreira )

*MIL VEZES OBRIGADA POR TUDO:CARINHO, VERSOS, AMIZADE! BJOS!

Agradecer-Te


Por ter me sustentado por mais este ano.

Por ter me confiado cuidar de seus três filhos por mais este ano.

Por ter se revelado de forma plena e calado, que me fez imaginar-Te
dizendo a mim em espírito: "Olha só, estou contigo, te contemplando e cuidando de ti. Sou tua provisão e aconchego, sou tua paz que excede todo o entendimento, basta me procurar, apenas crer que continuo aqui te guiando e tão somente te amando, filha minha, menina dos meus olhos!"

Por ter me perdoado de todas as minhas iniquidades, pois a Tua graça me basta para que eu continue prosseguindo.

Por ter me deixado conhecer outros caminhos, ainda que não te agradem, mas sei que no final o Senhor faz tudo certo, ou escreve certo por linhas tortas, como dizem por aí.

Por me fazer respirar o teu perfume, por que verdadeiramente sei: Sou tua discípula e Tu és fiel, mesmo quando eu não sou...

Por tudo:afliçoes, choros, surtos,alegrias, amores, conquistas, vitórias, fracassos, medo, força, lutas e bom combate. Pela poesia, pelos amigos que fiz.Pela família abençoada, pelo amor, pelo meu emprego, meu pão de cada dia, pela saúde dos meus filhos, pelos pais deles, obrigada, Deus! Pela minha própria vida, assim, meio tortinha do jeito que é.

Pelo mundo em que vivo,pois ainda que pareça caótico consigo apreciar e ver o que ainda há de bom e maravilhoso.

Pelos livramentos que me deste, pelas pessoas que salvaste, pelas crianças que nasceram, pelos mortos que juntos contigo estão e agora entendem toda a verdade.

Pela provisão e pelo avivamento e consciência de algumas ou muitas pessoas que querem de fato mudar ou melhorar o mundo. Eu não te culpo, pois os homens colhem o que plantam e não te seguem porque acham muito exaustivo e utópico.

Pelas religiões que te buscam, seja qual for, mas que seja de coração puro. Pelos nossos governantes, pois a Tua palvra diz que devemos orar por eles, então desde que o mundo é mundo ao invés de apenas criticar, hoje quero pelo menos uma vez Te agradecer pelos políticos sérios, pela polícia séria e pela força de vontade que muitos tem e esforçam-se em não se corromper. Sei que ainda existem muitos e muitos...

Pelo sol, pelo mar, pela chuva, pelas plantas, pela natureza, pelos bichos ferozes e mansos, pelo frio, pelo calor, pela alegria, pelo amor que sinto em viver, compartilhar quando posso e mesmo quando não consigo, mas tento.

Pelos meus 35 anos de existência até hoje, dia 27 de dezembro e por saber que a cada ano sinto-me e sei que fico mais velha, mas também sei que não morri nova, aos 34, aos 25,aos18,quando criança, quando bebê. E quero te agradecer porque a cada ano que envelheço, sei que vivi um ano a mais. Talvez se todos vissem por esse lado fossem mais felizes consigo mesmos. E saberiam curtir sua maturidade sem tanta vaidade e egocentrismo.

Poderia ficar horas e horas te agradecendo, mas quero finalizar Te dizendo que Tu és meu pai, amigo, confidente, tua cognoscilbilidade a mim já foi mostrada em parte, te conheço um pouco sim! Então tenho intimidade contigo pra te chamar de pai, protetor, tutor, fiel, Espírito Santo consolador e Santo!! Santo de Israel! Meu Yeshua Mahashiach, Elohim YHWH jirhé, rafá, tsekenu,elion, shaddai,Emannuel, Filho de Davi,Leão da tribo de Judá, EU SOU, muitos são teus nomes, mas Tu és um só: DEUS!

"Jeremias 33:3- Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes."

dezembro 27, 2010

FRAGMENTADO


É como se meus sentimentos estivessem em pedaços
Quebra-cabeça que vai se encaixando, ao final do ano, à cada dia que passa...
E romper-se-á ao longo desta semana, mês e ano.Novas propostas, novo fôlego de vida, tentativas insanas e verossímeis em buscar o que já está tão perto..eu mesma.
Descobrindo, redescobrindo e velando o amor, alternativas plausíveis. Alguns caminhos bizarros que agora são apresentados, mas não suscetíveis, saudáveis ou sedutores para mim.São jogos de amor, perspectivas de testes e aprendizado,lembranças e realidade fundindo-se,alienando-se da própria realidade que a mim é conferida. Alguém consegue compreender?
Filosofias de Elaine, quem há de entender?
Enigmas não decifrados ainda, perceptíveis a mim, Deus e a um anjo que me ouve. Não, não pensem que é homem! É uma fiel amiga,uma peça rara desse jogo no qual ela é apenas torcedora de mim. Deus a tem colocado para que eu não pereça em meio às minhas próprias convicções errôneas e fragmentadas...mas agora tenho desconfiado que o limite se aproxima: The edge,borderline...entre a loucura e a sensatez, meu eu vem aproximando-se, estabelecendo-se, aprumando-se, libertando-se, alinhando-se,erguendo-se, amadurecendo, vivendo, descansando, aprendendo, conformando-se, sendo apenas "eu"...
Não estou com medo, tampouco preocupada. Estou sã.
Vá e não peques mais
Em pregar vãs filosofias de amor
Ao invés de agarrar-te sem pudor
Em sentimentos permutados,
desvairados e insanos de amor.

A vez de se arrepender chegou
Eu te perdoo pelas frases vis e viscerais
Pela voz áspera e seca e vão fingimento
Risíveis conjecturas, vudu de sentimentos

Isso é pecado! Manipular, marionetar
O que tu chamas de já esquecido
A verdade é vida, o caminho certo
Seja unânime em ser tu que sentes

E terás salvação certa em meus braços
Serás livre em desejos e atire a primeira pedra
Quem nunca pecou em negar, eu que o diga
Fingir que não ama, pífio disparate

E eis que agora chegou seu remidor
O que toma para si suas iniquidades
O que transforma deserto em oásis
Não recue e aceite-o, ele se chama amor

Do mais alto resplendor ele te sustém
Te reanima e te faz coisas novas
Sopra brisa de aconchego em teu ser
Para que tu sejas livre, vá e não peques mais...
Renda-se aos seus mistérios**
Mergulhe, sorria, chore e cante
E não tente compreende-la
Liberdade quebra todas barreiras

Cultive-a aos poucos, adube-a
Amadureça a ideia nobre
De que ser livre é para os fortes
Incompreensíveis escolhas, sorte!

Escolhas tem seu preço, sorria**
Viva sem medo dos espinhos
Esqueça as algemas da doutrina
Embriague-se pois a vida é liquida

"Libertas quae sera tamen"
Ainda que tardia, liberte-se!
Do que te faz cativo em si mesmo
Livre-se da inércia do teu pensar
Arranque as escamas do teu olhar

Mas ouça sempre teu coração**
Os sonhos são possíveis, acredite!
Podemos sempre escolher o caminho
E lembre-se o preço sempre é justo

A contemplação é a melhor parte
De uma bela lua pálida acalentando
E compartilhando conselhos conosco
Reverberação própria e ideal
Do que somos e não mais ultrajamos...


**Interação com Ric Vichinsky, my partner in duets. Kisses! RSRSRS

dezembro 24, 2010


Dois amores se foram, um chegou
Dois amores voltaram, um cedeu ...
Quarteto, quatrilho ou triângulo formou
Quis parar, mas coração não obedeceu

Agora ele quer plainar, dor triste passou
Saudade de acelerar,saber o que sucedeu
Dois amores se foram, um chegou
Dois amores voltaram, um cedeu...

Administrador de amor, agora acabou!
Decida a cumprir o que prometeu
Receba as cartas que te dou
Para que saibas quem venceu
Dois amores se foram, um chegou...



Terso, o teu sorriso é verso de luz,
E que na alma do poeta o estro conduz
Ao mais sublime poema que transluz,
A essência pura que em tua alma reluz...

Beijam-te florais os versos, e as rosas
Espreitam-se entre os jardins; ardorosas,
Olorizam o ar, bailando formosas
Ao som do vento, tão maravilhosas!...

E tu caminhas nesse doce encanto,
Reluzindo o teu jardim sacrossanto,
Pois tua alma é poesia, do amor o manto,

Tens à face, um belo sorriso franco...
Musa profusa de um poema a brilhar,
És tu neste soneto, Elayne Aguiar!...



( Nivaldo Ferreira )


*OBRIGADA PELA BELÍSSIMA HOMENAGEM!! VC É MARAVILHOSO! BJOS, POETA!

dezembro 22, 2010


Hoje parei para pensar em pessoas que me fizeram mudar,
em pessoas que queriam que eu tivesse mudado,
em pessoas que me impuseram uma metamorfose de valores
mas que não conseguiram...

Não sei dizer se fosse bem mais nova ou mais velha teria me corrompido
ou quem sabe entrado por portas desconhecidas e largas
ou isso depende da educação que meus pais me deram
ou da minha própria índole ou personalidade.

Hoje parei para pensar que a Deus eu amo sim, acima de tudo, até dos meus filhos, mas que eu também profiro Seu santo nome em vão todas as vezes que eu tropeço e digo:"Jesus! ou Meu Deus! Não acredito!"
"Meu Deus do céu! Quer parar!"...
(Vocês sabiam que biblicamente falando o nome de Deus é representado por um tetragrama?E no Antigo testamento este não podia nem ser pronunciado?E que quando Moisés perguntou a Deus o Seu nome Ele simplesmente disse-lhe: Eu sou o grande EU SOU! ?
Os judeus o chamavam YHWH, algo sem traduçao em hebraico, mas que seria mais ou menos como Iavé ou Javé, mas nada comprovado.)

Hoje parei para pensar que nem sempre honrei meus pais como deveria, mas que com certeza nunca matei nem roubei... e pequei contra a minha castidade, mas não contra a minha castidade de valores, pois há coisas que são e serão para sempre inconcebíveis para mim, ainda que me cheguem como tentação ou desejo reprimido, mas jamais serão realizáveis. Questão de princípios. Que princípios?
Os meus, os que eu tento passar para meus filhos, o que são "o normal", pois hoje discriminados somos nós que não temos o direito de pensar de forma mais tradicional e digamos, temos que seguir os padrões que a sociedade têm imposto para nós de forma natural e ai de quem não o faça!
Desejei as coisas alheias em alguns momentos, levantei falso testemunho quando criança todas as vezes que dizia que quem tinha feito algo errado tinha sido um dos meus manos ...Bom, mas como Deus não considera o tempo da ignorância, então acho que já fui perdoada..rsrs

Bem, pra finalizar, parei pra pensar que já venerei imagens e hoje não mais; já guardei dias santos e também não guardei. Como o que tiver que comer na sexta feira da paixão..carne, peixe ou ovo. Não é isso que vai me fazer ou tornar-me mais ou menos santo...Mas para não escandalizar a família digamos que tenho acompanhado seu ritual de uns tempos para cá, até porque parei de comer carne, mas confesso que já comi churrasco e olha, não aconteceu nada! Ao contrário, foi um dos anos mais abençoados da minha vida. Sabe por que? Porque sou livre em Cristo e isso é o que me importa.

Quanto a adultério, existe uma linha muito tênue entre a consumação do pecado e a tentação. Acho que vai depender de você mesmo, se vai sucumbir a tentação, se vai trair em pensamento, se esses vem involuntariamente sem que você mesmo os deseje que venha! Isso é humano, é real, é naturalmente instintivo. Quem nunca passou por isso que atire a primeira pedra! mas de uma coisa tenho certeza: Se acaso isso acontece ou acontecer...algo não vai bem em seu relacionamento-hora de questionar a relação. E não me venha com essa conversa que homem é tudo igual-não é não! Assim como mulher também não! Quem ama e é amado sente-se plenamente realizado, satisfeito e não há espaço para Brad Pitt ou Tom Cruise. É isso!

Acróstico-AS SETE FRASES DE CRISTO NA CRUZ


"A-h! Pai! perdoa-lhes porque eles não sabem o que fazem"
S-ua primeira frase ao perceber o quanto o renunciaram

S-abe-se que Jesus ao ladrão da cruz disse-lhe:
"E-m verdade vos digo que hoje estarás comigo no paraíso!*
T-odavia ao outro que não creu, nada falou
E- decerto lamentou e a segunda frase formou...

F-erido, tal como ovelha em matadouro
R-enunciou e anulou-se da divindade e
A- sua quarta frase pouco é entendida
S-endo assim Jesus pronunciou em alta voz:
"E-loi! Eloi! Lamá Sabactâni!"
S-ignificante aramaico

"D-eus meu, Deus meu! Por que me desamparaste?"
E-ra a sua natureza humana gritando, a dor era real!

"C-onsumado está!","Em Tuas mãos entrego meu espírito!"
R-edenção e últimas frases do próprio filho ao Seu Pai
I-NRI-sua epígrafe que significava "Rei dos Judeus"
S-abe-se que Ele muito sofreu, também pereceu
"T-enho sede!" Sua quinta frase
O-uviu sua mãe também algo incompreensível

N-atureza divina agora manifestava-se, ela então soube
A-o seu senhor fora instrumento de Deus, quando

C-ategoricamente ele falou-lhe:"Mulher, eis aí o teu filho!" e
R-eparando em João, seu irmão: "Eis aí a tua mãe"-terceira
U-m pouco depois e o discípulo amado a levou para casa
Z-ombaria e escárnio, mas o tempo se fechou, todos souberam...

ELE ERA E É O FILHO DE DEUS!

dezembro 21, 2010


É estar em busca incessante
Sem saber do novo horizonte
Sejamos conscientes e amantes
Do dom de Deus, nossa fonte

Nada será mais como antes
Dia novo, ladeiras, cumes ou monte
É estar em busca incessante
Sem saber do novo horizonte

Muito ar, algumas vezes ofegante
Tempo é como atravessar uma ponte
Em passos rápidos ou elegantes
O fim não é o destino defronte
É estar em busca incessante...

(Rondel-Viver)

E mais uma vez me aplainar em teu olhar
Olhar-te no fundo, sentir mais uma vez
Ousadia em querer saber, interrogar
Acalentar-me em tua própria intrepidez

Caminhos tortuosos, alegria de reencontrar
Um amor de adolescentes,nenhuma lucidez
E mais uma vez me aplainar em teu olhar
Olhar-te no fundo, sentir mais uma vez

O que restou, se me amou,pensou em voltar
Se desejou, se chorou, achou que era a vez
De ser feliz, de ser pra sempre,de valorizar
O meu amor, o nosso torpor,nossa embriaguês
E mais uma vez me aplainar em teu olhar...

(Rondel-Mais uma vez)

dezembro 18, 2010

Rondel I

E pensar que talvez morreria de saudades...
e meu peito arderia em saber da ausência
a falta de tudo que me fizeste, falaste
a virtude de ser sua doce indecência

E quanto ao encanto e magia em verdade
declaraçoes e poções de paixão em essência
E pensar que talvez morreria de saudades
e meu peito arderia em saber da ausência

Misturando-se ao prazer em envenenar, debalde
sentimento marcado, apregoado em falsa inocência
caldeirão de prata, reluzente em pedras de jade
doce seu curare que me conduz à ardência
E pensar que talvez morreria de saudades...

A hora de sentir o amor novamente
a paixão vislumbrar
estar deslumbrante como sol a raiar
enlaçar-me em teus braços
descobrir, junto a ti, uma nova poesia

Novas músicas, novo som ,
aurora fresca e cristalina e viva
de fato a mais linda e
eminente aurora de cores e despertar!

De amor e do amor, sem dor
Quero falar de algo mais
escrever versos tristes
mas hoje o que me alimenta
é essa esperança de amor

Não consigo mensurar
o calor que emana de mim
meu coração anseia por ti
seus emblemas sentimentais
me comovem e me instigam
a cuidar de você
e a ser cuidada ...

Então apenas sinta meu fluir
de versos para você.
Ei!! Você ainda me reconhece?
Também não sei...mas
Talvez tenhamos certeza
apenas quando nossos olhares
bocas e braços
se encontrarem novamente...

Mantenha-se fiel!


Aos seus próprios valores
Aos seus próprios sentimentos
Ao seu reino, que está protegido
À sua própria vontade em ser o que você é!
E também tenha discernimento
das coisas que o amedronta, que o faz querer desistir
de toda essa defesa e esse escudo de fortaleza
Pense e sinta o que é melhor para você neste dia
em especial, nesta semana, neste mês
neste novo ano, nesta vida, dentro de si mesmo...
Mantenha-se fiel ao que você acredita
e sendo assim sua felicidade estará sendo servida
basta saber reconhecê-la..
Pode ser que esteja em coisas grandes
ou até mesmo pequeninas
mas saiba que ela te encontrará de alguma forma
se assim o fizeres...

Bela, eu?
Belo és tu...

Que sabes como ninguém a hora de elogiar
ou falar sério...
Que sabes respeitar uma boa amizade
sem jamais esquecer-te do primordial,
que é cultivá-la...

Belo és tu!
Que com imenso carinho divide tua atenção
seu dom maior de fazer o bem
e de estar espiritualmente pleno
assim como decididamente poeta sempre...

Belo és tu! Que com mágica voz anuncia
tua candura, sensibilidade e também bravura
Em versos fortes anuncia tua chama de liberdade,
cativas ouvidos alheios, olhos de quem lê
seu quarto de milhão de poemas e escritos..

Belo és tu!
Que fazes meu dia sorrir de bom grado
ao receber tuas palavras e teus recados
que fazes pensar que um dia chegarei
a ser plena e madura como você,
essa alegria de viver!

Isso sim, aliado ao teu charme te faz belo!!!

Parabéns, poeta!! E obrigada pela tua amizade!!

(A Jeronimo Madureira)

dezembro 17, 2010


A cada verso imponho meu lirismo
envolvo-te em minhas lembranças
pensamentos que urgem chegar até você
e sentir-te ainda que inconsciente
lágrimas quentes de saudade
de saber que hoje talvez sejamos estranhos
sejamos outras pessoas, outros ideais e conquistas
Será que ainda pensa em mim?
será que vibra e sorri ao lembrar das brincadeiras?
Ou sente nó na garganta ao recordar que a distância
é sem dúvida a dona e irmã da saudade
mas jamais do esquecimento...?

Silêncio, farfalhar do espírito inquieto
em saber como andas, como estás
porque não pronuncia-te,
e porque ainda espero.
Até quando essa faca cravada em meu peito
anular-se-á ao sentir tua morbidez,
tua fuga, teu deserto quente e tua nova veste?

Já não ilude-se mais, parece até um coiote
à espreita, olhar perspicaz, testando sua presa...
e eu pobre de mim, uma pequena cordeirinha
cheia de sonhos e ilusões momentâneas,
que mal sabe o que está por vir...
ou até o saiba bem, mas nesse jogo
é preciso fingir que não sei lutar ou me esconder
pois é preciso você me matar de amor para eu aprender
a ser o que você sempre sonhou e não obteve...

Mas agora consegui infringir e te digo, SOU!!
teu leve caminhar, amor a despertar
novamente das cinzas e para sempre permanecer
inalterado e domesticado, assim como feroz e lícito
animalesco e apaixonante cio...
Então te espero, pura e adornada tal como virgem
à espera de seu noivo...
Vem logo, amor!...

Rima de amor


Amor de verdade não recua
Ainda que seja árdua
Ainda que vire água
A espera desse amor não me amua...

Quero instigar sua maré e a lua
Despir-me de orgulho, ficar nua
Ver-te em tudo ao sair pela rua
Não me cansar em proferir que sou tua...

Nua, crua, ilimitada , inteiramente sua
Deleite-se em minha própria essência, usufrua!
Eleva-me ao mais alto do amor, seja como grua
Um guindaste ,um alicerce seguro,tábua...

De salvação ...
E como rio, torrente, corrente, nascente,flua...
E como ser vivo, latejante, que busca elemento água
Quero ansiar sim, mas mata logo essa sede que acentua...

Tudo o que sinto nesse momento...




É a mais pura realidade
olho para o teto
não dormi bem, mas o sol brilha
pensando no que fazer...o que oferecer
aos dois infantes que dormem ao meu lado
dois anjos, pedaços de mim...

Sem vontade de sair, tomo um café
Estamos ardendo, praia não...
parque, almoço, sei lá o que!
estarmos juntos, é o que importa
Queria um cigarro, louca!
você parou de fumar há anos!

Vista-se de vestido florido,
mas suas unhas estão manchadas
o esmalte "pink" está se dissolvendo
olho para o espelho...cabelo brilhante
pele bronzeada, mais café, não sei o que mais...

Uma paz misturada a uma vontade de voar
vento fresco da janela, dois túneis
parecem dois olhos! Fundos e escuros
da minha janela avisto carros
adentrando e saindo, tais túneis...

Sento, já li, já escrevi, casa arrumada
não to acostumada com essa paz, estranhando
uma paz domada, com vontade de surtar
uma paz artificial, seria?
litium não mais, apenas fluoxetina
a cabeça flutuando, quero surtar!

Mas não consigo!
quero estar apaixonada, não é a hora!
quero viver, mas tenho que me recompor
aos poucos..
a vida...
vai se encaixando...
tenho certeza...
dias melhores...
ainda chegarão...

Mas é bom estar sâ
ainda que não acreditem
ainda que eu viva um mundo só meu
é bom estar plena
não ciclotímica...
não maníaca..
hipomaniaca..
ou depressiva...

Apenas eu, lembro de mim ainda!
estabilizando-me
voltando das cinzas
ao azul e rosa
minhas cores preferidas...


(A MIM)

Então eu vou falar também...


Chega essa época todo mundo quer escrever sobre Natal, sobre novo ano que se aproxima, sobre espírito natalino, menino Jesus, Senhor Jesus(Ele não é mais menino, gente!) Sobre sentimentos, oportunidades novas, recomeços, família...Então vou escrever só um pouquinho,mas não vou inserir aquele clichê que Natal tem que ser todos os dias da nossa vida, aquele blá blá blá que é tudo jogada de marketing, capitalismo selvagem, essas coisas que desde que eu me entendo por gente falam. Natal pra mim em primeiro lugar "PODE" significar o nascimento de Cristo, mas não é comprovada cientificamente esta data, de acordo com Flávio Josefo, mas tudo bem, importa que Ele nasceu. Natal significa encontro de família, ainda que anual, um pouquinho mais de atenção e compaixão às pessoas...Sério, me dá vontade de colaborar com todas as "caixinhas" e se pudesse dava presente pra todo mundo: professor de academia, porteiro, motorista da condução do meu filho, amigos, mãe de amigos, até ex namorados e ex maridos. Estou sendo muito sincera. Penso que no dia do natal e mais três dias depois fico um pouquinho mais velha e que sempre ganhei um presente que correspondia aos dois eventos(meu níver é 28 de dezembro), que minha mãe nunca fazia festa(ninguém ía!), só o meu de 15 anos que por sinal foi no dia 13 de janeiro.
A minha maior preocupação não é nem no Natal, é o que vou fazer no Ano Novo, com quem vou passar e como vai ser, pois meus filhos ficam com os pais e meus irmãos e cunhadas viajam. Já passei na praia muitos anos e enjoei. Já passei na igreja com marido, já passei com namorado, amigos, família e pais. Mas este ano ainda não sei, sinceramente acho que vou passar dormindo. Porque afinal de contas por que é que tenho que passar com alguém, gente? Ou em algum lugar? Mas se tiver que acontecer tudo bem, mas não vou mover uma palha...vou deixar as coisas acontecerem naturalmente e depois eu conto como foi, afinal de contas todo dia para mim é um novo dia, uma nova vitória e um novo recomeço. E aproveitando aqui o ensejo vou postar a resposta ao texto do meu amigo Ricardo Vichinsky- "O que você daria de presente ?"



Ao inimigo-oração à distância;
ao oponente: se tivesse algum daria o silêncio;
ao amigo:tudo o que estiver ao meu alcance;
ao cliente: o melhor de mim, do meu profissionalismo e da minha atenção;
a todas as pessoas:amor
a todas as crianças: amor e atenção, assim como aos idosos...
a mim mesma: um encontro verdadeiro com Deus, comigo mesma e com meu amor...
E à vc, Ric, daria um saquinho cheio de risadas...rsrsrsrs

dezembro 12, 2010

Retrospectiva de estações


Um janeiro memorável, muito calor
Muitas maneiras de dizer o amor
Esperanças findas na próxima estação
Coração arruinado, imensa paixão...

O verão passou e deixou-me o outono
Com muita esperança, expectativa e vida
Palavras, sentimentos, ventos de frases
Tempestades de sentimentos e fases

Ainda em outono o vento frio já chegava
As folhas caíam, eu me recuperava
De um amor insosso, outro me brindava
Vale a pena ser feliz, aqui eu já amava...

E quando chegou o frio do inverno
Pude perceber o quanto vivi momentos
Sentimentos e experiências reais, lindas
Não poderia destacá-las, apenas dei boas-vindas

Frio quente, louco e responsavelmente são
Prazer, nuances de aprendizado que viria
Um amor maior e que talvez existiria
Se acaso tivesse deixado fluir em minh'alma
Tudo o que sentia...

E sendo assim o ano passou pela metade
Veio a primavera, prima da felicidade
Quando deveria ter tido seu espaço
Mas chegou sua irmã saudade,um laço

Saudade, intemperança, motivos torpes
Liberdade da alma, da psique, do semblante
Confusão sentimental, flores rebuscadas
Novo sol, nova poesia, árvores tombadas

Novas tentativas, plantei outras flores
Reguei dores de amores e semeei aliança
Colhi lembranças, matança de um desejo de vingança
Agora encontro-me no jardim..
Olhando as flores, o sol quente está por vir

Começa a aquentar meu coração, novos sonhos
Projetos, estação e desejos em ebulição
Adoro o verão! Suas cores e percepções
De clima que me faz feliz, sem mais ilusões...

Apenas um recomeço de estações...

dezembro 11, 2010

SEMANA-DUETO


SEGUNDA FEIRA
Ah! Outra semana começa
e parece que nunca vai acabar
É sempre doce a melodia
do alarme a despertar
Os olhos se abrem
para não ver a vida passar

Ah! outra semana começa
sem prazo para terminar.
A mesma rotina todo dia
ver a manhã em noite virar.
Os olhos se fecham
Para não ver as luzes a brilhar.

TERÇA FEIRA
...terça, já cansado.
É possível encontrar espaço
dentro de um tempo que não existe?
...terça, já distante.

...terça, já sozinho.
É possível encontrar alguém
tão isolado quanto eu?
...terça, já vazio.

...terça, já com saudade.
É possível que deixe tudo de lado
e consiga um dia apenas de folga?
...terça, já sonhando.

****The rain song*********************************


QUARTA FEIRA


Quarto de horas, dentro do quarto
Quartzo reluzente, nova esperança
De meio...fim que se aproxima
Dia de fôlego, projetos mil
Apenas um sonho
Do que será amanhã...

O relógio continua
As horas agora parecem ter asas...
Voam ao nosso favor, já não derretem mais
Como Ícaro e asas de cera...
Agora sim elas suportam
Um voo para perto do fim...


QUINTA FEIRA

...quinta, estamos despertos
agora voadores e ágeis, como hoje
lúgubres e imersos não mais
apenas ansiosos pelo" dia de sol"

...novo ritmo, um novo sorriso
do amanhã que celebra mais uma alegria
amanhã é sexta! Vem, meu amor, encontrar-me!
Falar com você hoje pela quinta vez

...quintas, quintal, quimeras, quisera...
Estar agora entre árvores e flores
Pomares e amores, tira-me deste sonho!
E presenteia-me com a realidade...

******Elayne Aguiar*******************************


SEXTA FEIRA
Sexta pela tarde, logo se descobre
que é no fim que tudo começa

A boca sedenta de beijos e água,
o corpo cansado da rotina e fantasia
o Sol que se põe em colorida harmonia
com a alegria da expressão da menina.

Sexta a noite, logo se descobre
que a vida talvez não tenha fim

As mãos que exploram segredos e ansiedade
de olhos que se fecham para ser descobertos
em meio aos excessos de cuidado, a palavra certa
é que vai decifrar o brilho que chega quando a luz se vai.


SÁBADO
Será que tudo é apenas um ciclo,
o ponteiro do relógio, as vezes mais lento
em dias sonolentos, contra o tempo
que insiste em girar nas palavras alheias,
nas imagens que não me pertencem
e que se multiplicam
no corpo nu que a manhã revela.

A falta de sal no suor,
O desejo de Sol pro dia melhor
e a canção mais bonita.
O calor do abraço, quente...
da cor do sorriso, contente
de quem se deixa iludir
pela sensação de que tem todo o tempo do mundo...


DOMINGO
Em palavras distantes
em sonhos, em instantes,
o repouso após o gozo
a festa, a recordação
a nostalgia pelo fim do dia,
reinício...
no circulo das horas,
no ciclo dos dias,
no braço que descansa
e não cansa dos abraços.

******THE RAIN SONG****************************

E todos dizem que este é o primeiro dia!
E os judeus tem como descanso o seu sabbat
Nós apenas o sentimos, não formatamos
Mas sabemos que o dia de sol é mais que sunday
O domingo tem um quêzinho de tristeza ao seu fim
Tem um gostinho de quero mais e preguicinha
Tem cheirinho de família e igreja à noitinha
É dia dos namorados ficarem tristinhos
Porque mais uma semana se vem, enfim
E tudo de novo começa, TIM TIM!!!

****Elayne Aguiar***************

*Obrigada, amei a interação, The Rain! Mais uma vez! Bjos e bom Domingo!! rsrsrs

À PROCURA DA FELICIDADE-DUETO


CAMINHAMOS NUM SENTIDO
DE MUDAR O RUMO DA VIDA
E CONQUISTAR O DESTEMIDO
AMOR DAQUELA PESSOA QUERIDA

COISAS QUE CUSTEI A ENTENDER
E FICAVA TRISTE POR NÃO CORRESPONDER
MAS AGI COM PRECISÃO
MESMO SEM ÀS VEZES ENTENDER A RAZÃO


MAS EU NÃO VOU ME ARREPENDER
DO AMOR QUE SINTO POR VOCÊ
LONGE, PERTO OU TÃO DISTANTE,
EU SEI QUE QUERO VOCÊ A TODO INSTANTE

DÉA JARDIM
***************************

E SEMPRE ELA ESTÁ TÃO PERTO!
AO NOSSO LADO, NAS PEQUENAS COISAS
UM ABRAÇO APERTADO, FILHOS
SAÚDE E PAZ,VIDA CERTA E NOS TRILHOS

E COMO BORBOLETA OU GIRASSOL
OU QUEM SABE UM BELO DIA DE SOL
UM AMOR QUE SE TEM,ALEGRIA EM FAZER BEM
UMA CERVEJA, UM BOM PAPO,SEM DESDÈM

OLHAR A NATUREZA, AMAR SEU CORPO E IDADE
AMAR SUA IDONEIDADE, SEU CARISMA
SEUS AMIGOS, FAMÍLIA, E COMO UM PRISMA
SENTIR QUE PROCURAMOS SEMPRE POR ALGO
QUE ESTÁ TÃO PRESENTE...

A FELICIDADE DE ESTARMOS VIVOS!

ELAYNE AGUIAR (OBRIGADA PELA INTERAÇÃO, CUNHADA) BJOS

Zona de Conforto e Independe...(Pensamentos de hoje)


"Sinto-me cega, tateando em busca do meu próprio eu. Meus freios já não me sustentam mais, mas devo admitir que preciso saber acelerar e aprender a passar as marchas em seus devidos tempos.
Sei que vai passar e talvez hoje me sinta um fruto prestes a amadurecer e cair da árvore, pronto , mas que alguém precisa colher(ou acolher), caso contrário ao despencar apodrecerei em solo fofo e úmido ou talvez seja engolido por algo que eu não queira. Mas Deus é quem sabe e hoje busco uma zona de conforto..."

**************


Independe do que estou passando
Independe do quanto eu gosto
Ou do quanto eu queira esperar
O limite é nosso próprio orgulho
A linha da fronteira é o meu bem estar
pois tudo o que tinha para falar já foi
Assim como demonstrar o que senti
"Falei tudo o que senti"
Mas agora é mais do que isso
Independe de mim, mas saber se posicionar é imprescindível
E não é porque tomo pílulas que não o saiba fazer
Que dirá você...
E sendo assim o último suspiro, lamento, última vontade
Agora quero que Deus guie meus passos
É o Espírito quem vai me conduzir
E o que for melhor para mim será
Não queria te esquecer, queria te esperar
Mas a bipolaridade TE atingiu
Quem está perdido é você
Independe do que somos e onde estamos
Independe de você, agora é deixar acontecer
Viver! E seja o que Ele quiser!

Minha Infância


Lembro dos anos oitenta, seu início
E tantos outros como eu, da década de 70
Nascemos em anos de mudanças, transição
Éramos felizes, o mundo parecia mais são

As músicas foram as melhores,marcou uma geração
Sou do tempo de Plebe Rude, Ira, Capital e Legião
Sou do tempo do "hi-fi", onde meu primeiro beijo aconteceu...
Teve dança da vassoura, o menino mais lindo me escolheu...

E quando era pequena, me lembro das voltas da escola
Onde tocávamos campainhas e corríamos afora
Brincadeiras de elástico, queimado ,taco e pique
Conversas no portão, voltas no quarteirão...

Não havia computador, eu adorava era o ATARI
Pitfall, River Raid, Enduro, bonequinho do elevador
Aprendi a assoviar, boiar, nadar e fazer bola de chiclete
Adorava o Cassino do Chacrinha e imitar suas chacretes

Eu e minhas amigas imitávamos o Menudo
Tinha também o Dominó, mas Menudo era fissura
Paulo Ricardo e seu RPM, adorava essas travessuras
Ensaiávamos coreografias, cantávamos sem frescuras

Tinha boneca de papel, brincar de comidinha
Tinha brincadeira de casinha, Barbie era novidade
E também tinha os bebezinhos que pareciam de verdade
Fui muito feliz e brincava como menino sem vaidade

Soltava pipa com meus irmãos, vôlei e bolinha de gude
Brincava de lutinha, três meninos e eu, como sofria!
Mas era queridinha do meu pai, a única que ele não batia...
Hoje pai não pode nem dar tapa, chamam logo a polícia

Adorava correr da minha mãe, quando ela vinha enfurecida
Ía para o terraço, subia na caixa d"água, ela não podia...
Tinha meus bichinhos, adorava pintinhos coloridos da feira
Mas eles morriam logo, esmagados, por qualquer besteira

Peixinhos de aquário, pastel e caldo de cana
Com meu pai era uma delícia, esperava ansiosa
Pelo dia da feira, comprar estalinho, ver moer pimenta
Trocava qualquer coisa, sábado de feira era coisa benta

E por falar em benta, tinha catecismo, primeira comunhão
Tinha festas de debutantes, namoradinhos no portão
Tinha tanta beleza e inocência, tanta vida e decência
Tinha esplendor, tinha ternura, sabor doce, candura..

Tinha tantas outras coisas, ficaria até amanhã...
Quem quiser interagir, basta lembrar-se e ser fã
Dessa época maravilhosa, desse estado pueril
Que vivíamos pensando, que o mundo acabaria no ano 2000...

Carta à Leoa Domada-De Albano Ferreira para mim


Que relutância é essa, que ...

...de quando, em quando, tu sentes de te entregares de corpo e alma à vida? De coração aberto...

Já reparaste, decerto, que essa luta que tu encetaste é, certamente, uma luta inglória, porque é contigo, que, constantemente, lutas e tanto labutas e não há memória, de esse tipo de lutas darem certo, pois tu verás, que no momento em que te venceres, também, em ti, aniquilar-te-ás...

Diz-me, amiga querida, que relutância é essa, que tu sentes de te entregares de corpo, alma e coração aberto, à vida? Quantas vezes eu já ouvi o teu clamor de entrega, ao Criador - quantas vezes, eu já ouvi dizeres, que ele te tem um mega amor, e que, esse, Ele jamais te o nega... Então pondera, se não será essa entrega, que ele de ti espera.

A vida é uma coisa tão bela, tão boa de se viver e podes crer que, quando se mostra, assim, amena e é uma verdadeira pena, nos deixarmos tomar, por a ambição cega de, dela, nós mais e mais, sempre, estarmos a esperar, sem reparar que à realidade, nossa, a gente se nega. É uma verdadeira contradição, que não faz, senão, que nos sintamos, sempre, metidos numa fossa...

Se olhares à tua volta, tu vais ver vidas plenas de empecilhos - vidas desprovidas de qualquer prazer. Gente, que a própria vida os consome - quantos corações vais ver, tomados por justa revolta - repara quantas de mães, apenas desejariam ter, uns meros pães, para matar a fome, aos seus filhos...

Pois, então, abraça esta acalmia, de agora... Não terá chegado a hora de dares tréguas, ao teu coração? Quem, no seu dia-a-dia, de Jesus Cristo, apenas implora o Seu Amor, a Paz, e o Pão e lhe mostra a sua gratidão, por isto, e eu vejo-te fazê-lo de coração, com esse teu fervor, sem qualquer lamento, então, que não caia na contradição, de viver, mostrando o fazer, com descontentamento.

Elayne, minha querida, resta-me te dizer, que não se pode viver a vida, numa permanente inconstância, essa, que tu própria alimentas. Porque não tentas, então, ultrapassar essa tua relutância, que, de quando, em quando, tu sentes de te entregar, de corpo alma e coração aberto, à vida, pois, decerto, pelo que eu já entendi, não mais do que isso, Ele, de ti, poderá estar a esperar...

Albano Ferreira Soares


**************************************************
Resposta:

Já me conheces bem e não vou me prolongar, essa é minha vida,um ciclo, uma antonímia de humores, mas agora estabilizadamente domados...Não se detenha em sabero que sou, pois apenas sou, apenas não se afaste, pois sua presença é nobre para mim. Obrigada pela homenagem, ainda que não muito entendida, apenas aceite minha amizade se assim o quiseres!

Te amo em Cristo, amigo!! Um beijo!

Sessão Poetrix



ONDAS DE ODES

Ondas extraordinárias
Odisseia desvairada
Odes onduladas...



BOA IDEIA

Pensamentos retrógrados
Literatura servo-croata
Adoro complicar!


MEU SUL


Estilo enxaimel
Clima europeu
Sotaque cantado...



RETOQUE

Sê tu fiel a ti mesmo
Portas abertas sempre
Permite-te viver!

RENOVO

Perca o medo!
Recupere o fôlego!
Novo suspiro de alegria...

dezembro 08, 2010

Fiz prova de mim


Fiz prova de mim mesma
E a Deus pedi um sinal
Ele logo me respondeu
E não foi motivo banal

Foi a decisão mais séria
Decidir entre bem e mal
Entre amor e impulsividade
Deixar de lado caprichos, vontade

Ele sabe o que é melhor para mim
Este pacto fiz com Ele
Também fiz prova de mim
Disse verdades e abri segredos

Porque para se estar junto
De alguém que se ama
Aprendi que tem que ser inteira
Tem que querer ser a derradeira

Não pode ter dúvidas,
A recíproca deve ser verdadeira
Tem que haver diligência
Deixar de lado a prepotência

E sendo assim muito lutei
Com todas as minhas forças
Muito chorei e clamei, perdoei
Pedi perdão e me saturei

De palavras e gestos acima de mim
De minhas forças, ego ou orgulho
E não me cansei, ainda espero
Um tempo curto ainda, mas espero

Minha vontade não é a soberana
Minha sinceridade não foi bacana
Mas a minha vida é minha plenitude
E sararei, com a ajuda de Deus
E Sua magnitude...

Dívidas e Dúvidas


Não dependo de palavras e gestos
Ou sentimentos que não queira ter
Plena e inteira eu quero me sentir
Dívidas e dúvidas não precisam existir

Basta o raio X do nosso coração
O ultrasson de corpos em prontidão
Prontos a amar, prontos à exaustão
Doces momentos de reconciliação...

Dívidas pagas, dúvidas outorgadas
Esqueça! os alter-egos me abandonaram
Agora sou eu verdadeira, dizendo o que senti
Amando novamente, ostracismo ao qual reincindi
***

"Pois o bem que faço a mim mesma é ser o que sou
E a maior vontade de agir contra tudo o que não quero ser!
E prefiro arrepender-me de frases ditas e palavras pronunciadas
A nunca saber se tal atitude teria sido capaz de mudar nossas vidas
Ou não..."

ENIGMA-DUETO


Nossas verdades são semelhantes,
Comungamos vários pontos de vista.
A razão não compreende ou explica,
Porque a causa é oculta,
Ou parece inexplicável,
Como um verdadeiro enigma.

Ligadas por elos inquebrantáveis,
Que se alimentam de sonhos e desejos,
Nossas individualidades se buscam
Na ânsia de se completarem.
Quem sabe, através de um simples beijo,
Senha para definitivamente se amarem.
****Jeronimo Madureira***


Um enigma é sempre prazeroso
Alimenta o ego, a alma, suscita o erotismo
Cumplicidade e o exorcismo de ideias opostas
Divindade, telepatia, ausência de abismos
Erupção vulcânica em prisma, sentida
Em beijos de paixão imoral, fatal
Sermos únicos, objetivo final

Eloquência de almas e fluência
De sentimentos plenos, doce aderência
Estrelas distantes com brilho de diamantes
De amantes que se dão, torpe indecência
Interligados por elos de santidade em eminência
Em um só enigma, segredo velado e excelência...
***Elayne***


Obrigada, amigo, por mais essa belíssima interação. Bjos!





Soneto-Reencanto(Dueto)


Soneto, indriso , trova e poema**
Mestre, aprendiz, louco ou poeta
Amor, lágrimas ou qualquer tema
Na diversidade da pena, que tenta

Recantistas em ação e emoção
Escritores e pensadores, atores?
São loucos, vaidosos e sedutores
Isso também têm e não me excluo não

Não me excluo também, faz parte **
Entre eles alguns são reservados
Tem ciumes, intriga e tormentos
Mas isso é vida, e poeta é gente!!

Prometi a Deus: não faço mais erótico
Mas gosto do meu rosto, o que que tem?
Ser bonita e inteligente não faz mal a ninguém
Sou ciumenta e não escapo do estereótipo

Não faz erótico, que pena!! Isso pode magoar!!**
A imagem do poeta importa, ou suas escritas?
Verdadeiras, surreias, loucas entre outras
Então vamos escrever ,viajar, sem complicar

Recantistas adoram comentários
Por isso existem e cativam fiéis leitores
Suas poesias, falam de dores e amores
Prezam os amigos ainda que virtuais
E não são imunes às saias justas recantuais

**Interação com Ric Vichinsky- bjos, amigo! Adorei!

dezembro 05, 2010

OS DEZ POETRIX DEDICADOS II


Meu choro

Meu choro, sentimento
Detrimento da paixão
Agora perdão, explosão...


Teu peito

Pelos, aconchego
Teu peito, teu zelo
Depois do amor, sossego...


Termômetro

Medir minha febre
Aferir meu desejo
Meu remédio:você


Meu número

Encaixe perfeito
Ajuste com efeito
Meu número é você...


Horas

Meu desejo redobra
Não vejo hora, agora...
tempus fugit...

*O tempo voa, latim

OS DEZ POETRIX DEDICADOS


Dedicados, cultivados
Como flores, vento forte de paixão
Brisa ofegante de inspiração


De Sul a Sudeste

Mil quilômetros de paixão
Mil léguas de beijos
Mil milhas de tesão...


Nosso Altar

Nossa cama, nosso altar
Nosso amor, diálogo
Nossos filhos, orações...


Tuas rédeas

Agora estou domada
Quero tuas rédeas
Sou tua...em ti...


Senhor da Guerra


Sou sua senhora
Lasciva e constante
Teu semblante, inebriante....

a WAR

A Saudade Mais Bonita


Lá fora a rua silenciosa
é minha única companhia
e mesmo que eu vivesse para sempre saberia:
não trocaria por ninguém
essa saudade mais bonita

Hoje eu sei, o céu
para mim também existiu
cada vez mais
afundo meus olhos nessas lembranças
e ouço as coisas que você sempre dizia
mas de todas as palavras
três delas foram
as que mais importaram

De todas os presentes que me deste
o melhor foi teu sorriso
quando te beijei eu senti
que valeu a pena ter existido

**********CISNEGRO**********


A dor agora é obsoleta
O que se faz presente não mais a tristeza
e sim lembranças de idílio
inesquecível, imprescindível
Sinto-a como diva, musa minha

Guilhotina que dilacera a dor de outrora
E agora resplandece como flor
Todo choro germina no silêncio e paz
E me traz as frases ditas, coloridas
Como borboletas ao meu redor

Que quando menos se espera faz-se presente
Clareando o que antes ainda era difuso
E iluminando teu brilho, nossas vidas
Um novo fôlego, novo versar e rima
De uma saudade sã, que celebra boas vindas...

********ELAYNE AGUIAR***************


**Obrigada pela linda interação, meu caro colega Cisnegro. Bjos!

Aos que Lutaram


Quero ser breve. Apenas parabenizar toda a polícia, forças armadas, governo e demais autoridades que se fizeram presente em uma das operações mais importantes da história do Rio de Janeiro, quiçá do Brasil. Não vou me deter em falar da toneladas de drogas apreendidas, dos 400 veículos roubados e apreendidos, das dezenas ou centenas de "ratos" que foram expulsos, mas não exterminados,dos túneis que serviam de depósito e até de fuga(coisa de rato mesmo) e principalmente, das milhares de pessoas, cidadãos e trabalhadores que viviam cativos ali naquele complexo. Isso é prova de que quando o governo quer eles fazem.Mas vou prestar uma homenagem aqui ao ator Wagner Moura e seu Capitão nascimento e acho até que ele deveria se posicionar, se já não o fez e eu não saiba. Mas tenho certeza que sua atuação e seu personagem incorruptível tem sido inspiração para muitos policiais que mesmo nós sabendo que são mal remunerados, lutam e matam um leão por dia, ou dois quem sabe, são chefes de família, arriscam suas próprias vidas e muitos morrem também. Quanto ao governo tem gente que tem vergonha, mas eu não. Adoro o Sérgio Cabral, desde época de Alerj, acho que ele é sério e tem feito a diferença no Rio. Voto nele quantas vezes for necessário.Minha liberdade de expressão é unânime e não vou fingir que ele não está presente em tudo isso. Ele foi reeleito e fez por merecer. Meus parabéns! Ê...Cabralzão...!!(com todo respeito)

novembro 30, 2010

AO MEU PAPAI


Ontem escrevi alguns textos que me fizeram sentir mais paz, tranquilidade e serenidade. Durante o dia pensei em meu pai, pois ontem ele estaria fazendo 71 caso fosse vivo. Há seis anos ele morreu e eu sofri muito, embora tenha superado bem, mas nunca o esqueci.Vivemos muitas coisas juntos e eu sempre fui a xodozinha dele, visto que tenho três irmãos homens. Meus filhos foram um pouco dele também, pois tive-os muito cedo e ele me ajudou a cuidar, ele adorava. Pena ele não tenha conhecido minha filhinha e as outras netinhas, tenho certeza que seriam a paixão maior dele. Lembro de momentos inesqueciveis, como quando uma vez ele me viu fingindo que estava fumando com uma guimbinha de cigarro na boca. Ele me sentou em seu colo e brigou comigo, mas não me bateu. Eu chorei muito, tinha seis anos. Lembro da primeira cartinha que escrevi para ele e ele emoldurou , mas minha mãe achou muito engraçado aquilo, pois era um garrancho minha letra, mesmo assim ele sempre me incentivou a ler e a escrever. Ele era micro empresário, maçom e formado em desenho industrial. Ele era doce, responsável e honesto. O nosso sonho era eu fazer Medicina e quando eu terminei o segundo grau fiz a maior besteira da minha vida. Engravidei e tive que casar, ele ficou alguns meses sem falar comigo, mas eu não queria abrir mão do homem que "eu achava", era o da minha vida. Fiquei doze anos com ele e não me arrependo dos meus filhos, mas quando temos 17 anos pensamos que sabemos de muitas coisas e derepente tudo que meu pai sonhou para mim junto comigo desmoronou. Mas ele me perdoou, nós fomos grandes amigos até o fim dos dias dele. Lembro-me que ele me ensinava muitas coisas sobre astronomia, maçonaria e matemática.Ele me sentava na janela e ficava me apontando as constelações, Vênus, a Lua, me ensinou tudo sobre o cometa Halley, que passava de 76 em 76 anos e que éramos privilegiados porque ele passaria em 1986, mas nós não o vimos! A não ser pelo noticiário. Ensinou-me a nadar, a boiar, a falar um pouco do ingles que sei, assim como minha tia.Não deixou muitos patrimonios, mas deixou seu caráter, sua dedicação, sua honestidade. Ele sofreu muito em vida, mas Deus o recompensou com uma boa morte: faleceu dormindo. Durante sua vida ele viveu grandes decepções com sua filosofia de vida, seu casamento, seu trabalho...e a partir de então perdeu a alegria de viver , mas pelos seus filhos , netos e irmãos, família, ele resistiu por mais 13 anos após todas essas decepções. Antes dele falecer eu estava frequentando a igreja e ele apesar de nao ser cristão, gostava muito que eu lesse a bíblia para ele e adorou quando resovi fazer Teologia. Conversávamos muito sobre Deus, ele até visitou minha igreja na época. Uma semana antes dele morrer ele teve alguns sonhos premonitórios e me contou. Tenho certeza que ele está em um ótimo lugar e ainda ontem mesmo sonhei com ele, como quase todos os dias já há seis anos. Sonho com ele vivo e fazendo as mesmas coisas e conversando comigo, me aconselhando, enfim...meus irmaos não sonham com ele, mas isso me nutre e Deus me deu isso: duas ou tres vezes por semana continuo conversando e falando coisas do dia a dia com ele, pedindo conselhos e desabafando...
Eu te amarei sempre e um dia iremos nos encontrar
Ao meu pai: Mário Antonio de Aguiar

SONETO PARA NÓS DOIS


Eu quero eternizar assim o nosso amor,
Escrevendo amada; um poema para nós dois,
E assim, neste dilúvio de versos e esplendor,
Deixar de lado, todas as reticências do depois...

Eu quero junto a ti, no fulgurar das estrelas
Que no negro céu, é um cortejo de falenas,
Tatuar em tua alma, meus beijos de acalanto,
E cobrir-te com a luz da lua, nosso etéreo manto...

Um poema só para nós dois eu vou escrever,
E nas entrelinhas, emerso estará toda a magia
Deste sentimento que trago, e que me faz viver...

Pois és tu amada, a dona desta minha alma,
O encanto terso do meu verso e minha poesia,
Pois és tu, prelúdio das manhãs que me encalma...


( Nivaldo Ferreira ) **** 29/11/2010

****************************************************


Um amor para todo o sempre, amor infinito
Serei a mais feliz das mulheres, se assim o fizer
Uma avalanche de sonhos ,meu bem -me- quer
E apenas um ponto final, destruindo o mito


Que o amor é eterno enquanto dura
Desculpe-me, Poeta maior, mas não é assim
O amor verdadeiro por muito perdura, fulgura
Entre linhas tênues de encanto, dor, estopim

Aceito teu poema, amado, como bem maior
Como suaves e etéreos beijos extasiados
Teus versos me beijarão, assim, como estrelas- mor

Ficaremos acoplados, plainados em susssurros
És dono também da minha alma, corpo, psiqué
És poeta de manhãs e noites,tardes, sonetos puros...

Elayne Aguiar

**Quero agradecer ao meu colega Nivaldo Ferreira pela belíssima interação...bjos!

novembro 28, 2010

Aprendendo a amar -SONETO


Talvez já o amasse e não soubesse, rara certeza
Confusão de pensamentos, agora sim, período árduo
Desafios traçados, meticulosidade, maestria e destreza
Confiando em amor de verdade,não apenas fogo fátuo

Período e necessidades de escolhas, testes, pranto
Período de perdão, provas de encanto, extermínio de dor
Confiança regenerada, incessante repousar do desencanto
Onde as feridas serão saradas, seremos um só, novo amor

Uma nova chance, quero aprender com você, ser meu primeiro
A entender, como se faz para amar, como se dão as etapas
Os primeiros passos, conscientes, até o último e derradeiro

Quero ser como bebê, que no início toma apenas leite
Vai crescendo, desenvolvendo,novos alimentos,nova sede
Preciso aprender a crescer com você, ensina-me este deleite...

Indriso- Amor que me invade


Belo momento de sanidade, tranquilidade, arrependimento
De coisas feitas e faladas que agora saltam da minha mente,
Parece que saí de um transe,estou liberta, contentamento

Eis que surge um novo período de êxtase, novas inspirações
Um novo recomeço, uma busca, reconquista de valores
De amor, de louvor, de saudade, de calor,de sensações

Uma graça que me envolve, paciência, jornada que conduz

A um amor que me abate, me invade, me orienta, seduz...

Tempo de Calar


"A mulher sábia edifica a sua casa"(Provérbios de Salomão).
Tempo de calar, esse é o tempo. Espero Deus agir, respeitando meus próprios limites e principalmente, os limites de alguém que precisa decidir. É a nossa felicidade que está em jogo. São pessoas, crianças, vidas, mudanças e lembranças. Responsabilidades, maturidade, decisão e aprendizado.O portal da transparência está embaçado.Parece que os lençóis lá fora estão sujos...mas não! Eles estão brancos e alvos, os vidros é que precisam ser lavados...
Meu livre arbítrio duela contra minha necessidade de não resistir...
Um dia passei pelas águas, fui batizada, mergulhei em batismo para que a velha criatura fosse morta e uma nova se fizesse. Prometi ser-Te fiel, mas ainda que eu não o seja, sei que Tu és! Eu só preciso aprender a depender de Ti, só preciso entender os tempos de calar, de falar, de chorar, de sorrir, de abraçar, de se apartar de alguém, de estar só, tempo de Eclesiastes, de Salomão. Tempo meu...
Não me desesperarei, tão somente terei paciência e usarei meus dons, meu fruto do Espírito, outorgado por Ti a mim, irrevogáveis, porém talentos enterrados, mas que ao simples desejo meu eles florescem...amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio... Quero estar plena ao encontrar meu amor novamente, quero estar inteira para ele e livre de quaisquer dúvidas. E é o SENHOR quem vai me dar essa paz...

Obedecer a Deus, eu quero!


As decepções me levaram para longe de Ti.Ainda há tempo de nos reconciliar?A Tua palavra me garante isso, como na parábola dos trabalhadores da vinha, onde a Ti não importa que venhamos primeiro ou por último. Ao contrário, Tu dizes que no teu reino os últimos serão os primeiros, basta que cheguemo-nos a Ti.(Mateus XX)
Tu és minha rocha, meu escape constante, minha Rosa de Sarom, meu Yeshua Hamashiach, meu bem maior, minha própria vida. Será preciso lutas e aprendizado para que eu me volte a ti tal como filha pródiga?O véu do templo se rasgou, meu acesso a Ti é direto, e espero que meu pedido não bata no teto de meu quarto. Agora, que suba como um aroma suave a Ti. A Tua promessa em minha vida continua de pé?
Sei que tentei caminhos largos, o estreito é difícil! Sei que tentei ser o que jamais fui. Quis ser como Jonas, fugi de Ti e da Tua ordem: ir para Nínive! Sendo assim dormi e fui parar no ventre de um peixe grande e aqui estou eu. Aqui é escuro e fechado, mas sei que de alguma forma estou protegida e Tu me contemplas. Agora estou quase a ser cuspida e sei que agora quero te obedecer. Estou me mantendo viva, mas eu conheço o fim dessa história: Preciso lutar e tão somente obedecer. Render-me a Ti, meu amor maior...e Te obedecer!

Ao meu SENHOR Yeshua Hamashiach

É Tão Bom!


Quando você encontra alguém que consegue entender seus limites
Quando você encontra alguém que consegue de fato te perdoar
Alguém que seja maduro e conheça todos os seus atalhos...
Alguém que saiba e queira se entregar, sem medos, sem covardias contra si mesmo.
Alguém que ame você!
Alguém que te conheça há mais de vinte anos, ou quem sabe há alguns dias ou meses...
Mas que consiga um dia, ainda que tarde...te reconhecer como o verdadeiro amor...ou quem sabe ainda reconheça...seja cedo ainda.

É tão bom!

Sentir a sintonia e harmonia de dois corpos, duas almas...
Sermos parecidos em impulsos, reflexos, gostos, pensamentos...
Querermos as mesmas coisas, o mesmo paladar, mesmo sopro, mesmo toque, mesmo modo de falar, mesmo olfato...
Ouvir teus pensares, ouvir sua voz máscula e de timbre forte
Ouvir tuas músicas dedicadas
Ouvir-te, compreender-te,ouvir o teu perdão...

É tão bom!

Olhar em seus olhos, olhar teu corpo, tocar em você, sentir teu cheiro, nossos aromas se misturando, nossas bocas se beijando...esse beijo que jamais esqueci, sempre soube...és meu! Nosso tato, toques, de bocas, paladar, seu cheiro, teu olhar , meu sentido-te querer-teu querer, me ouvir...Junção de sentidos, meus cinco sentidos...e o sexto é nossa química.Fomos feitos um para o outro. E só...

(AO MEU AMOR)

Dueto-Vagabundos


Amiga, que vagueias pela noite como um vagabundo**
Que deambulas pela escuridão como um morcego pelo mundo
A ti, que enlouqueces minhas horas de solidão
Estendo-te a mão e te entrego minha paixão
A ti, e só a ti... eu quero adorar
Para não mais acordar.

Amigo, que vagueias pela noite como vagabundo
Que vem ao meu encontro, destruído de paixão
Morto de exaustão, maltrapilho,esfarrapado
E assim como coruja, és minha percepção
Quero entregar-te meu coração,agora são...

A ti, só a ti também...somos vagabundos da paixão...

**Interação do colega Jonny Silva
Bjos, obrigada, querido!

(E eu dedico ao meu amor)

novembro 27, 2010

PAX


Bom, como carioca que sou gostaria até de não me posicionar, mas sou também cidadã e algumas pessoas tem me perguntado como está sendo aqui no Rio. Não estendo de terrorismo, acho realmente que não é designado isso AINDA. Até porque estão concentrados em lugares específicos. Existem algumas especulações de que que algumas máfias de carros já estão "queimando" os seus propositalmente para se beneficiarem do seguro. Eu não vejo nada, não sei de nada, ainda não presenciei nada, graças a Deus, até porque moro em Jacarepaguá, zona oeste do Rio, mas observo muito policiamento e tenho tentado manter minha vida normal. Se é represália dos traficantes às UPPs, não sei. Se é sensacionalismo, também não sei.Se a fallta de decoro dos governantes está se dissolvendo e estamos num periodo de transição, não sei. O fato é que já trabalhei no Hospital Getulio Vargas e aquilo sempre foi assim. Lembro quando acabei uma cirurgia e ao atravessar o janelão do Centro Cirurgico que dava para o morro da Grota(Alemão), adentrou uma bala de fuzil que por pouco não me atingiu e era "lindo" ! Ficávamos olhando da janela aqueles traçantes de .50 bailando no ar. Isso em 2003, 2004. Sempre teve, mas a única coisa que realmente me impressiona é o fato de não só o exército, BOPE, PM,PC e PF estarem atuando ...mas a marinha.Quando eu era pequena eu perguntava para o meu pai: Pai, porque que existem as forças armadas e para que servem? Ele respondia que eram forças federais que atuavam em caso de guerra ou outras circunstâncias mais graves, como terrorismo. Tipo, lembro que ele dizia: Ah! Minha filha, mas isso é muito difícil..nunca vi exército nas ruas, que dirá marinha...(até porque eu sempre achei que marinha não tivesse nada a ver com terra...rssr). Mas é isso gente, é a vida que segue. Cada um por si, Deus por todos, salve-se quem puder, só morre quem está na hora. Vou deixar uma repostagem de um poema que fiz logo no início de Recanto. Tvz agora ele soe de forma mais esperançosa, porque aqui é minha terra, meu lugar, aqui é meu chão...


MEU RIO CONTINUA LINDO!

Sou carioca,
sim senhor!
Meu caro Rio
meu fascínio
exímio e ilustre vício
meu cio
você tem brio
tem polícia!
tem astúcia
e continua solene
de boa índole

Tem "cabeça oca"
gente louca
e também mulheres,
frutas, in natura
"mulher fruta"
imatura
com seu carnaval
sua "comissão"
seu funk
é punk!!

Berço da nata
de magnata
da mídia em ação
celebração
do jingle famoso
quero continuar
poder cantar
que é meu chão
sensação
de praia, sol e mar
aportar
em teu cume, o Redentor
ver-te em esplendor
com ternura e amor
sem dor

E descer tua pedra
versejar para ti
em terra firme
olhar para cima
e como em filme
me emocionar
com Rodrigo de Freitas
"Cara de Cão"
Pão de Açucar
e nunca,
nunca mais te deixar

Porque de ti eu rio
e sorrio
dos climas,
pessoas e rimas
e de versos de julho
meu frio
e versos de fevereiro
meu calor e meus rios
de lágrimas e pelo Rio
de Janeiro
e o quero inteiro
só para mim...

uma eterna carioca patriota...

ANTES QUE EU DESFALEÇA




Pois é assim...
Um dia atrás do outro
Um passo de cada vez
De ilusões a desilusões...

A viagem é longa
O percurso, muitos percalços
A vida, um mar de acontecimentos
Cimentados em pauta de nossos
próprios sentimentos...

Uma alegria, um amor perdido
Uma vida fracassada
Ou quem sabe amores dispersos
Mas o que importa é que passe

Ou seja talvez o início de um infinito
Eu sei que tenho dons...
Um deles é a superação...
Outro: traçar metas, amar, ser amada

Ainda que custe meus próprios anseios
E orgulho e humildade, e espera
Mas o fim já conheço...
E talvez até me surpreenda...

Agora não mais...
Palavras, choro, petições...
Tão somente descansarei
E cuidarei de mim, minha vida

Meus sonhos, minhas promessas
E encontrar meu verdadeiro amor...
Será que ele está à minha procura?
Como será ele?Alguém que eu conheça?

Alguém já desvendado antes?
Alguém, alguém..sei que tu existes!
Então, Deus! traga essa pessoa até mim!
Não consigo respirar e viver sem amor...

Traga sim..antes que eu desfaleça...

TE AMO


Amo-te, amo, amo...
Quero-te, como nunca dantes
Como nunca ousara
Em dizer e reconhecer
Que sou tua mesmo
Nosso corpos alinham-se
Nada mais, o mundo some
Esconde-se o medo, sombras
Revela-se a luz, a entrega
O meu verdadeiro eu, consciente
Não mais tenebroso
Espero que não seja tarde
Como nossas tardes de amor lascivo e selvagem
Noites impiedosas, sonos dispersos
Longas manhãs em meio a frio e chuva fina
Amor doce, gosto de paixão, sussurros
Atravessando-nos...não vejo a hora
Nada e ninguém vai nos impedir
Que sejamos almas gêmeas
Que vivamos agora um futuro de conquistas
E desejos por todo o sempre almejados
Enfim reencontrei-te
Ensina-me a amar, a me entregar
Quero aprender com você...

(DEDICADO)

novembro 23, 2010

Meus votos e nossas mudanças


Você começou quando acendeu a luz
E agora ela não para de piscar
Não quero que ela queime, sei que está em curto
Mas ela é forte, compramos de 100 watts

É fluorescente, acende a chama dos nossos corações
Sim, mas se você quiser pode desentulhar e fazer as mudanças
Estarei embalando nossos cristais e louças de porcelana
Estarei com a chama acesa aguardando as votações

Sentir-te-ei em teus textos, o côncavo e o convexo
Como música de Roberto ou Claudinho em "sou eu assim sem você"
Ninguém entende, apenas nós, nossos próprios embaraços
Misturar mudanças com musicas e votos, uma lambança

Mas importa que eu te entenda, sim e você é poeta surtado
Desde sempre, desde jovem, desde meu...
Então faço boca de urna pra unir votos
Te colocar de novo no meu plenário e cenário

Com direito a reeleição, novo mandato
Chegaremos a um novo início, se Deus quiser
Você e eu somos partidários das mesmas idéias
E agora sim, ainda que nossos corações em partes

Partida, não acredito nela
Acredito em meus votos
Acredito em novos pactos e alianças
De amor, indecente,
puro, veemente...

(DEDICADO)

novembro 22, 2010

O JOGO DOS 7


Visitei o blog do meu amigo José Claudio e fiquei apaixonada por este jogo sério e "da verdade"que estava postado o qual ele fora covidado a participar. Visto que ele estendeu a todos que o quisessem fazer, estou eu aqui a realizar tal empreitada. Adoro isso e prometo que falarei a verdade, considerando que teologicamente este número significa perfeição, serei perfeita em minha verdade.


7 COISAS QUE PRETENDO FAZER ANTES DE MORRER

-Ver meus filhos criados e encaminhados
-Viajar para a Grécia, Egito e Israel
-Publicar um livro e plantar uma árvor(pois nunca o fiz)
-Terminar minha faculadade de Letras e fazer Medicina(mesmo velha)
-Voltar a dar aulas de Teologia(talvez para espíritas ou católicos)
-Casar novamente
-Ter coragem de fazer uma lipoescultura.

7 COISAS QUE MAIS DIGO:

-Bom dia, obrigada, por favor e licença
-Muito feio isso, mas alguns palavrões e gírias cariocas
-Perdão e não desculpa: desculpa é quando a gente pisa no pé de alguém
-Boa tarde, boa noite, muito prazer
-Fica com Deus
-Vai com Deus
-Se Deus quiser

7 COISAS QUE FAÇO BEM

-Instrumentar cirurgicamente
-Organizar casa
-Dirigir
-Cuidar de quem eu amo
-Redações(desde pequenininha)
-Me arrumar para sair
-Descobrir coisas na internet.

7 DEFEITOS MEUS

-Perfeccionista em demasia(seria TOC
?)
-Teimosa
-Ciumenta
-Intolerante
-Falar demais
-Tendencia ao pessimismo
-Ansiosa

7 QUALIDADES MINHAS

-Carinhosa
-Espontânea, livre
-Autêntica e altruista
-Dom de perdoar
-Dom de esquecer mágoas
-Dom em lidar com as pessoas
-Simpática e fiel

7 COISAS QUE AMO

-Deus
-Meus filhos e minha vida
-Minha família e meu amor
-Meus amigos
-Meu próximo(to sendo sincera, considerando que o próximo tb é alguém que está próximo de mim)
-Escrever e ler
-Trabalhar

7 PESSOAS PARA FAZER O JOGO

Todos que se sentirem à vontade e queiram fazê-lo, mas não esqueçam que é um jogo da verdade!!

EQUILÍBRIO ETÉREO-Indriso


Tão prazerosa essa sensação de estar plena novamente
Sensação de certeza, equilíbrio sentimental,nitidamente
Certeza que nosso amor ainda está protegido,claramente

Meu reino em teu coração subsistiu, assim como o teu em mim
A tempestade passou, a balança se equilibrou,saudades sem fim...
Explosão de paixão, de nobreza, perdão,espera, o teu dizer "sim"!

Não mais às escondidas, não mais à distância,não mais no travesseiro

Não mais inconstante, variante,agora planejado,bem amado, certeiro...

AROMA SUAVE


"Versejou e velejou em mar de lembranças,
que ainda não se apagaram...
Esse mar vive em ti,
boca, pele, olhos, imensidão azul de resplendor e paixão...

Agora suas palavras irão ao seu encontro,
a musa as aguarda ansiosamente...
Não temas, ela está ainda contigo,
Ainda que com olhos castanhos, ela está contigo...
Vai receber seus versos
Que à ela chegarão como um aroma suave
Ou quem sabe brisa fresca em seus cabelos
E olhar brilhante, singelo, beleza imaculada,semblante belo..."


Poesia inspirada espontaneamente ao ler o lindíssimo soneto de meu colega Nivaldo Ferreira:http://recantodasletras.uol.com.br/sonetos/2627441" PALAVRAS AO VENTO" Bjos!!!

CORDILHEIRA DA VIDA


Todo fim de ano procuro fazer uma retrospectiva de toda a minha vida e simultaneamente traçar novas metas para o ano vindouro. Isso acontece há pelo menos 20 anos. Graças a Deus apesar de muitos problemas, cotidiano e turbulências, nada supera a minha felicidade em estar viva, meus filhos bem e eu poder respirar! Poder saber que existe alguém ao meu lado sempre...Deus! Ele me nutre e tem me sustentado, tem me renovado, tem me dado forças, tem me mantido. Agradeço e dou glórias a Ele em primeiro lugar.
Vivi amor, perdi amor, talvez reconstrua amor...
Vivi escrever, perdi minha religiosidade extrema, talvez a reconstrua...
Vivi livrar-me de amarras, perdi um só foco, expandi os pensamentos...
Publiquei-os, assim como fui inspirada e motivada, incentivada...
Vivi dores de mãe, perdi uma infraestrutura fisica e psicológica...
Ganhei alicerces, ganhei motivos maiores, novas instruçoes...
Vivi adrenalina, mudanças e esportes radicais, perdi muito do medo...
Vivi medo de amar, de me anular, perdi também tais medos, pois às vezes é necessário ceder em prol de alguém a quem amamos...
Vivi causas de justiça, ganhei...Vivi perdas e danos morais, ataquei...
Troquei experiências, valores, psicologias aplicadas, viajei...
Não só em espaço, mas também em mentes brilhantes, personagens
alucinantes que me renderam alguns dias de cama...
Vivi doença, vivi saúde, tristeza, alegria, drama, juventude...
Fiz novos amigos, ainda que virtuais, amei virtualmente, vivi esse amor...
Tenho vivido estrategicamente de forma que cada ano seja um degrau galgado, ainda que alto e de difícil acesso...que tenha que não somente dar um passo para chegar ao próximo, como também amparar-me com as duas mãos, apoiar os pés e erguer-me sobre ele.
Na verdade talvez nao tenha sido degrau, tenha sido uma rocha o ano de 2010, a qual escalei, tive alguns percalços, mas até então tenho quase chegado. Consigo ver o final , pensei em um dado momento que fosse morrer, cheguei a cair, mas segurei-me nas pedras e minhas mãos ficaram calejadas, ainda estão machucadas, mas vai dar tempo de sarar e vou conseguir prosseguir.
E quando chegar lá em cima avistarei os dois lados: o que passou(conseguirei ver toda a trilha percorida com sua beleza e suas dificuldades também), e o que está por vir, pois agora descerei em rapel, pegarei uma nova trilha totalmente desconhecida. Algo terá que mudar radicalmente, não por ninguém, por mim mesma. Terá uma outra pedra a ser escalada e assim sucessivamente...
Com a graça de Deus e muita boa vontade espero que seja uma cordilheira...

(DEDICADO A MIM)