Pesquisar neste blog

No mundo

setembro 22, 2012

Somos de Nós

Acho que te amo...
Essa saudade que não passa!
 E como eu quero senti-la! Como  preciso esquecê-la...
Penso em teu corpo
Tua pouca relutância mediante a minha
E teu respeito em entender minha vontade...

E isso por vezes te deixa tão mais bonito para mim!
Meu amigo, meu cúmplice, amado, amante
Reféns da nossa  realidade
Questões definidas e acertadas
E quase sem querer
A falta que meu corpo faz para ti
É o universo que tens de mim...

Não sei se a força dessa "razão"que é te amar...
Sucumbirá à ilusão da paixão,
Mas a saber, o  futuro é preciso

Espaço e tempo preciosos ao amor que me uniu...
Sem a pretensão de ser-te tua amada...

E estranho é pensar que talvez não pense
Não sinta
Não veja
Não queira
E não esqueça
De mim
Que sou tua
Mas tu não  és meu...

Somos apenas  de nós mesmos...

Imagem de: L'incanto d'amore dei poeti estinti

2 comentários:

  1. A saudade com esperança sugere luta. A sem, luto.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua frase, parabéns!! E obrigada pela visita. Bjos

    ResponderExcluir