Pesquisar neste blog

No mundo

junho 18, 2014

Museu do amor- Do meu príncipe.


Minha alma em ti sonha e espera que em novo reencontro, talvez uma outra era. Livres, desprendidos de elos. O que foi de você, partiu, está em outra dimensão...Como seu último email: Adeus, princesa..Hora de partir...Nos encontramos em mundo paralelo, pois fomos feitos de sonhos, poeira de ilusão.
 A exaustão da verdade e realismo nos estagnou, freou e açoitou. Que toda dor e percalço sejam cremados, extintos, mas jamais esquecidos. Serão eternamente vivos e estarão inflamados até meu último dia, em meu coração. E na minha pele tatuado, selado como símbolo da minha paixão.


Versos soltos que fluem e se tornam poesia..
Nas doces mãos de uma menina..poeta e “Sulamita”..
Desejos despertos em uma alma que grita..
De saudade ou de dor..de uma ausência infinita.
Frases escritas e levadas ao vento,
Ao encontro do outro..buscando um momento..
Telefones que anseiam receber mais um toque..
Corpos que esperam pelo primeiro toque...
Entre medos e êxtase de um sentimento que aflora..
Aguardaremos sem pressa neste Amor..nossa hora..
Não pensamos bem certo sobre o antes e o agora..
Pois minh’alma te chama, vem à mim sem demora..
O futuro é incerto..como o passado já foi um dia..
Sem viver o presente..jamais saberia..
Se é sonho, loucura ou pura alegria
Ou saber meu Amor..que te encontraria.....
#Seu Príncipe..

Nenhum comentário:

Postar um comentário