Pesquisar neste blog

No mundo

junho 24, 2012

Operação: Casar para sempre



Sendo assim, depois de algumas  decepções e vida de solteira por três anos, eis que ando com desejo latente de me casar novamente e esperando que agora seja pra sempre... #Rimou!
Não sei, estranho..Porque gosto de ter minha vida, individualidades e sei muito bem o que é estar casada: um saco muitas vezes. Mas agora é diferente. Confesso que tenho pensado mais no evento do que no atual marido que nem tenho ainda...rs.
Fico me imaginando de noiva, lua-de-mel quem sabe em Nova York ou Cabo Frio mesmo...Não importa.
Penso no noivo, como será e que tenho ainda três anos pela frente, pois quero me casar pela última vez aos 39 para 40, porque depois fica bem mais complicado. Antigamente  a mulher ter 40 sem ser casada ou estar divorciada  (meu caso) era sentença de solidão perpétua ou já a velhice, diga-se de passagem. Hoje sabemos que isso mudou muito e dizem as boas línguas que a idade da loba é a melhor, mas ainda acredito que depois dos 40 algumas coisas ainda "pesam".
Mas será que ando muito sonhadora e que é bobagem minha querer encontrar um amor que seja eterno enquanto dure?
Eu não desejo perfeição nem beleza, mas que seja aquele lance da "liga"  que fale mais forte. É o querer pelo bem-querer. Eu quero e pronto. Sem medo, sem condições, sem muita paixão, mas com muita consciência. É o que espero de um homem. Que consiga me vir como realmente eu sou: comum, porém certa pra ele.
Sabe o que mais detesto em homens ultimamente? Esse tal de medo. Medo de se apaixonar, medo de ficar sério o relacionamento, medo de criar expectativas, medo disso, medo daquilo. Se tem tanto medo então que fique só, porque mulheres e todas as outras pessoas normais quando estão numa relação, claro que torcem para que dê certo e o dar certo necessita de evolução e simplicidade, não coragem..Você não diz: Ah! Eu tenho coragem de ficar com ele...Então porque precisam dizer que têm medo de assumir um relacionamento?
Houve uma pessoa que escrevia muito para mim e um dia ele escreveu isso, dentre tantos outros versos:


"Você é um relicário do meu sentir, o que estou dizendo são letras que formam este mosaico e quase sem pensar eu faço este texto de tantos impulsos que não sei explicar ...
Até parece explosão de sentidos, minha epifania em vitral colorido, sem medidas, sem freios..
Quem tem coragem de amar? Quem tem coragem de dizer o que sente diante de uma ponte? É  como saltar sem cordas ou paraquedas .
Acho que entendo Ícaro e suas asas de cera ..
Você sabe voar?
Então salte!!! " (War)

Nenhum comentário:

Postar um comentário