Pesquisar neste blog

No mundo

novembro 06, 2011

Você entende o que eu sinto?



Que muitas vezes somos invadidos por uma carência latente de sermos compreendidos e termos realizadas e saciadas as nossas vontades...

Que por várias vezes você se depara pensando no quanto sua vida poderia ter sido diferente se você tivesse feito isso ou aquilo de outra forma e que talvez se não fosse deste jeito, você também não tem tanta certeza se estaria feliz e diferente de hoje...

Que pior que ter decepções talvez seja o fato de você perder as esperanças e a expectativa em reencontrar o que você perdeu, seja alegria, amor, crédito pelas pessoas ou sentimentos...

Que na verdade existe uma época em nossas vidas que você tem muita certeza de algumas coisas e ponto. Mas que em compensação tem situações em que você é apenas uma criança frágil e pequena, incapaz de balbuciar pequenas palavras em relação ao que você quer ou sente...

E de repente você anseia muito que todos esses questionamentos e insegurança sejam um período de transição, fase de amadurecimento ou coisa parecida.

E sem depender do que outros possam pensar ou opinar...É apenas você,frente a frente consigo mesmo, delimitando seus próprios conceitos, explorando seus máximos, quebrando paradigmas que criaram pra você, expurgando os sentimentos mais profundos da sua alma...

Não adianta correr! Chega uma hora que você precisa duelar com seus monstros, seus medos, suas loucuras, seu ego, sua estupidez...

Espero que isso passe logo...

Um comentário: