Pesquisar neste blog

No mundo

julho 20, 2011



"O maior sentido da minha vida está sempre presente, mas eu tenho fugido dele: DEUS"

Tenho vivido o presente, ou melhor, as horas, melhor dizendo, cada minuto que a vida me proporciona..E não estou falando de viver me "esbaldando". Estou falando de que viver cada minuto é suficiente para pensar que o futuro é daqui a um segundo. E um dos meus maiores erros talvez tenha sido parar de me questionar e acabar estabelecendo tudo que diz respeito a mim e às pessoas ao meu redor de forma imutável, afinal de contas as pessoas mudam, assim como suas opiniões, ainda que eu mesma permaneça constante. Acho que o que se passa em minha cabeça daria uma fórmula matemática. " Como um budista que já alcançou o nirvana mas decidiu permanecer no caos. Assim que me sinto às vezes", como se em todo o tempo eu soubesse e já tivesse experimentado o que todos buscam... Eu tenho certeza que já provei dessa paz que todos buscam e não conseguem encontrar (ou tentam): A paz que Ele me traz e que excede todo o entendimento (Hb). E como isso é louco, porque eu fujo dessa paz! Acho que me dou bem e me identifico quando estou "religada" com Ele. Isso me traz um auto domínio, uma longevidade de temperança e respostas . Acho que a religião em si, seja ela qual for, nos traz uma sintonia plena e eu gosto disso, me faz bem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário