Pesquisar neste blog

No mundo

janeiro 08, 2011

5 minutos antes e 20 depois

"Dez minutinhos apenas, ou menos..e meus pensamentos longe voaram..
pensei em corpos nus, confesso, banhos de mar amanha pela tarde, talvez um por de sol, uma malzbier na beira da praia.O sol que afugenta qualquer sinal de palidez ou cansaço, mas que também tenho medo..não esqueça que em demasia envelhece.. e quero ser como Dorian Grey, conhecem? Mas não vender minha alma ao Diabo.Quero ficar bem e estar bem, esperar o meu grande amor que vai chegar.."
Pensamentos surreais à beira da virada do ano. Chorei, orei, pensei e fiz uma pequena retrospectiva como um filme passando rápido em minha cabeça. Cinco minutos antes da meia noite e me vi completamente cheia de Deus, cheia de esperanças, cheia de alegria e gratidão. Cheia de planos e ansiosamente cheia de novas perspectivas. Agora é contagem regressiva. Vai começar o espetáculo! E os vinte minutos depois...

20 minutos de fogos de artifício. Praia lotada. Pela milésima vez vou à Copacabana assistir ao espetáculo.Gosto e não ao mesmo tempo, pois as pessoas parecem que para romper o ano precisam estar encachaçadas até a alma, se esfregando em você, querendo te tocar, fumando maconha, gritando, sujando tudo, beijando bocas desconhecidas, transando pelos cantos...Nossa! Quando saímos(eu e minha amiga) fomos andando até Botafogo para pegar o carro que estava estacionado lá e fui observando o caos em que o bairro se encontrava. O cheiro forte de urina, as pessoas caídas,pensei que estivesse no Vietnã, pois parecia que estavam saindo de uma guerra, bêbados, maltrapilhos,sujos. Não entendo muito bem por que, mas parece que as pessoas não sabem ou não conseguem se divertir sem atingirem seus piores limites. Meninas de 14 e 15 anos se beijando na nossa frente e era mais fácil perguntar quem não era gay no meio de tantos. Nada contra, mas realmente o mundo está virando gay, rsrsrs.
Fui andando e observando e pensando nos vinte minutos de fogos, de espetáculo e de emoções. O "boom" dos fogos vindos das balsas retumbavam em meu peito e à cada apresentação pirotécnica emergiam do palco e alto falantes suaves sons de música clássica orquestradas de acordo com o tipo de demonstração e fogos. Aquilo me emocionou e chorei. Por tantas coisas que passei e superei e principalmente, tenho aprendido a nao planejar minha vida, estabelecer metas sim, mas planejar deixo aos encargos de Deus, pois planejei tantas coisas e aconteceram outras tão melhores! Então não quero ficar limitada às coisas que somente o nosso coração tem a desejar. Quero ter a certeza e deixar nas mãos de Deus, pois Ele sabe o que é melhor para mim e com certeza colocará à minha frente não só obstáculos a serem vencidos e barreiras a serem derrubadas;mas porá também bênçãos grandiosas e que jamais pensei em atingi-las. E é isso que espero, tão somente estar nos braços do Pai e crer que 2011 será um ano de vitórias e muita saúde e conquistas.
"

Nenhum comentário:

Postar um comentário