Pesquisar neste blog

No mundo

novembro 19, 2010

Poema de Adriana


Quero falar de alguém que tem sido âncora na minha vida,
tem sido amiga fiel, boa conselheira,
boa ouvinte, bonita, batalhadora como eu,
surpreendementemente espirituosa,
sábia com as palavras, jóia rara de real valor,
pedrinha preciosa, mulher virtuosa...

O nome dela é Adriana,a conheço de anos
Somos amigas desde a adolencência
Confidentes, cúmplices, não é aparência
E agora o enlace solidificou-se, ergueu-se
És minha companheira exata, fiel e certeira
És rocha delicada, firme e também brejeira

Haja o que houver, seja o que for
Podes sempre comigo contar
Mais duas ou três décadas quem sabe
Estaremos juntas se assim Deus deixar
O tempo nos afastou, os caminhos dispersaram
Mas eis que Ele nos pôs frente a frente

E como outrora sinto-me como naqueles tempos
Quando discutíamos relações, imperfeições
Personalidades, moralidades, sutilezas da vida
Relembramos os sabores e as risadas, também as feridas
Saudemo-nos então com boas vindas , boas novas...
Dessa amizade pura, que à cada ciclo de vida se renova...

UM BEIJO, AMO-TE AMIGA-IRMÃ, IRMÃ-AMIGA...
(Dedicado à Adriana Alonso)

Um comentário:

  1. Deus conserve em boa medida esta relação tão importante e necessária. Meu abraço. Paz e bem.

    ResponderExcluir