Pesquisar neste blog

No mundo

novembro 12, 2010

"Papo cabeça" comigo mesma


"Não quero que essa luz entre na minha casa, meus olhos ardem...
Acho que não sei ser livre, talvez precise de amarras, ou algo que me refreie, como uma religião ,um amor ou eu mesma. Talvez eu seja uma válvula de escape de mim mesma, um exercício da minha própria maturidade,sem acepção de personalidades múltiplas que a mim são impostas ou quem sabe naturalmente postas."
Isso acho que não pertence a mim, pelo menos durante os próximos quatro dias...
As cicatrizes ficam, marcas de uma entrega desenfreada por sentimentos funestos e híbridos, heterogêneos e temperados,reais e fictícios, utópicos e ideais. Hoje sinto uma ligeira falta de motivação, sinto uma alienação proposital, uma falta de importância em relação às pessoas que fiz sofrer, que me fizeram sofrer,falta de importância em relação á tantas outras coisas que todos alegam sentir, mas que no fundo não sentem mais do que a preocupação por si mesmos. Nao compro sacolas recicladas, faço questao de usar as de plástico. Adoro! Horrível, mas é assim que tenho andado..."Tem certeza que você não quer?Está doze centavos"..
_Não, não, eu quero a de plástico...
Não fico penalizada com mendigos, não dou esmola, nao ajudo os pobres, nem rezar estou rezando...Acho que estou perdida-direto para o colo do capiroto, mas será mesmo?
Para quem não bebia agora até que já gosto de um chopp preto, um martini e vinho estou enjoada, mas sei que é bom para o coração e contém flavonóides, responsáveis pelo antienvelhecimento precoce.
Bom, tenho andado assim, apatia é o meu nome. Não choro e nem gosto de filmes de amor, muito cinematográficos, atualmente curto mesmo um besteirol, dar boas gargalhadas e curtir meus filhos, sair com meu namorado,rir muito com ele, brincar, enfim...uma vida bem egoistazinha, mas até que estou gostando.
Ainda estou educada, consigo dar bom dia, dizer obrigada e perguntar como vai você, mas confesso que estou muito pouco preocupada com o novo governo tampouco com o casal Brangelina e seus filhos, sua beleza e ações sociais. Não assisto novelas, pouco me importa se o ex está com alguém que lhe diga eu te amo de cinco em cinco minutos; sei que elas não vão durar mais que cinco segundos.Vou à praia sempre que posso, gosto de trabalhar, isso até que sou normal...mas confesso que abro mão de um fim de semana pra ficar na internet. Adoro! recanto das letras, blog, msn, email...rsrs Sou sincera e sei que talvez essa fase passe, mas confesso que não sinto um pingo de culpa. Gosto de fazer análise e mais ainda da minha farmacinha; uma hipocondríaca por natureza. Workaholic e que adora uma academia. Ê, vidinha mais ou menos..totalmente egoísta, nem um pouco altruísta.Como diz a minha mãe: "Quem pariu Mateus que balance!"

PS: Achei demais a foto!! KKK

Nenhum comentário:

Postar um comentário