Pesquisar neste blog

No mundo

julho 10, 2010

O Tempo


A priori, no grego existem duas palavras para tempo: a palavra Chrónos que tem a idéia de tempo humano, duração, um período de tempo; como por exemplo, o cronômetro. O ser humano até consegue acompanhar esse tempo, já o kairós não, que tem como significado tempo próprio, ocasião oportuna, é o tempo de Deus. O tempo certo e oportuno de Deus é o tempo mais precioso, mais perfeito e completo, pois não é o que nós desejamos, nem o que supomos ser melhor para nós, é o tempo ideal.
Hoje acordei com o discurso de Salomão sobre o tempo.. em Eclesiastes 3. Pensei muito nisto, pois acredito neste tempo oportuno de Deus.. tempo para todas as coisas.. tempo de plantar, de colher, de nascer, de morrer..
Acredito em um tempo aliado, que cura as feridas da alma e do coração, que nos entrega um recomeço, uma nova alegria, um novo amor, uma nova aliança e comunhão, seja de amizade, familiar ou amorosa.. alianças de relacionamento ou de comunhão com Deus! Uma nova e fresca euforia, como no primeiro amor..
Acredito em um novo tempo desafiador, que nos implanta um veemente desejo de vencer, conquistar e até mesmo ou também esquecer.. Este tempo é perturbador, pois quando estamos nele tudo parece tão difícil, tão angustiante, tão sofredor.. como se fosse nosso Getsêmani (e por isso postei Jesus no Getsêmani-Mateus 26)
Tempo de Noé, de Moisés, tempo de Jó..
Tempo de pessoas comuns, de mim, de você, tempo de Deus!
Jesus precisou de tempo.. para colher o que plantou.. para orar no Jardim, Jardim do Getsêmani.
Sei que já entrei neste jardim.. não da forma como Ele entrou, porque angústia maior do que a Dele jamais tenha existido; naquele momento sangue saiu pelos Seus poros..
Mas todos nós já estivemos lá..
Acredito também e por fim em um tempo físico, que nos deixa marcas, nos faz repensar vidas, valores, vivências; tempo da psiquê e do corpo, da idade, da nossa cronologia..da nossa certeza de mais alguns anos ou muitos anos..ou quem sabe décadas.
Ver nossos filhos, nossos netos, nosso amor e nossos frutos, nossa felicidade e nossas lembranças, nossa consciência e por fim..
Nosso tempo.
Elayne C.A-(trecho de Aquele que vive e reina- Elayne C.A-2007) E espontâneo em 10de julho de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário